MANTENHA ESTE BLOG NO AR, COMENTE PLEASE!

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Mestre em Beatles


Acredite, "Beatles, Música Popular e Sociedade" é o nome do mestrado oferecido pela Universidade Hope de Liverpool. Acho que os quatro garotos de Liverpool têm bagagem musical suficiente para estarem como tema central de estudos sobre musica popular e a influência da mesma sobre a sociedade. A herança é atraente demais. Afinal nunca se fala o bastante sobre Beatles.
A canadense Mary-Lu Zahalan-Kennedy, é a primeira pessoa oficialmente mestre em Beatles. O curso é pioneiro do tipo no mundo. Mas não é o único, pasmem, existe um curso inspirado em Lady Gaga e chama-se "Lady Gaga, Sociologia da Fama" aplicado pela University of South Carolina, nos EUA. Será que vão criar algum curso atraído pelos encantos de Amy Winehouse? "Amy Winehouse, Descontrole em Sociedade"
Leia mais.

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

BELÉM DO PARÁ


Parabéns minha senhora de quase 4 séculos. Eu, como filha adotiva, te felicito pelos teus 395 anos de existência. E desejo:
Que teu crescimento seja contínuo e tuas possibilidades sejam inumeráveis.
Que teus filhos te valorizem e te defendam um dia após o outro.
Que em teus limites não tenha espaço para insegurança e nem descaso.
Cidade bela e acolhedora, parabenizo hoje a todos os belenenses e aos que te escolheram como morada, enfim, a todos que te levam no coração.

domingo, 9 de janeiro de 2011

CULTURA POP

video

Quem ainda não viu tem que vê o clip do músico Fatboy Slim. A música Weapon Of Choice é sensacional e dançada pelo ator Christopher Walken. Ele rouba a sena, como sempre, com a coreografia foi criada por ele mesmo e o que é mais curioso é que na maior parte das cenas foi tudo improviso. Isso é o que eu chamo de cultura pop.

JANEIRO

Tu que chegas primeiro

E que trazes o peso de notícias melhores,

Atitudes melhores, e resgatas o melhor, dos piores.

Tu que carregas as mais irresistíveis expectativas,

Que despertas inúmeras tentativas

De quem antes não as tivera.

Tu que és sempre cheio de planos,

Motivador de perdas e ganhos.

Sejas mais uma vez sinónimo de recomeço

Para os que dele precisam como apoio,

Após um imenso ou imperceptível tropeço.

Falas a que vieste e disfarces os receios.

Tranque-os sob a guarda dos mais fiéis carcereiros.

E deixes livre o que pode ser iniciado,

Para o bem sucesso dos que através de ti serão beneficiados.

.

sábado, 8 de janeiro de 2011

ELVIS THE PELVIS


Se Elvis não morreu, ele irá festejar em algum lugar os seus 76 anos. Gracejos a parte, devo revelar que gostaria imensamente de ter vivido os anos 60, não somente pela linda voz vinda do Mississipi, mas principalmente pela riqueza artística da época. Posso citar alguns nomes do cenário internacional e nacional como exemplo: Aretha Franklin, The Beatles, Bob Dilan, The Beach Boys, Raul Seixas, Nara Leão, ... E muitos outros. Porém, ele foi atrevido, pioneiro, desafiador e o Rei que mesmo depois de quase 34 anos de morto, nunca perdeu a majestade. Ele é Elvis Aaron Presley ou como gostava de ser chamado Elvis The Pelvis - devido seu jeito de ousado de dançar. Está é minha modesta homenagem ao homem que em vida foi grande, e que maior ainda tornou-se, depois de ter partido.

Deixo a tradução de minha música preferida.
Me Ame Com Ternura
(Love Me Tender)

Me ame com ternura,
Me ame com doçura,
Nunca me deixe partir.
Você tornou minha vida completa,
E eu te amo tanto.

Me ame com ternura,
Me ame de verdade.
Todos os meus sonhos realizados,
Porque, meu amor, eu amo você,
E eu sempre amarei.

Me ame com ternura,
Me ame por muito tempo.
Leve-me ao seu coração,
Pois é lá que eu pertenço.
E nós nunca nos separaremos.

Me ame com ternura,
Me ame, de verdade
todos os meus sonhos realizados
porque meu amor eu amo vc
e eu sempre amarei

Me ame com ternura,
Me ame querida ,
Diga-me que você é minha.
Eu serei seu durante todos os anos,
Até o final dos tempos.

Me ame com ternura,
Me ame de verdade,
Todos os meus sonhos realizados.
Porque meu amor eu amo você,
E eu sempre amarei.

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

JOHN

Uma semana antes do natal uma amiga me presenteou com o livro de Cynthia Lennon, chamado John. Sabendo de minha paixão pelos Beatles e do meu amor platônico por John Lennon, ela não hesitou e me deu de presente uma obra realista e cheia de detalhes sobre a vida e morte dele, segundo os olhos de sua primeira esposa. Cyn, como John costumava chamar a ex-mulher, o conheceu na faculdade de artes e é testemunha viva de fatos que antecederam a explosão beatlemaniaca. É possível acompanhar com ela o momento em que a chave para o sucesso vira. E ela conta tudo o que viveu ao lado do homem que visivelmente ela nunca deixou de amar e descreve sobre as traições, as drogas, o humor instável, a crueldade, o divórcio e a genialidade do homem que se tornou um mito. Cynthia é mãe de Julian, o primeiro filho, e ao que parece o mais excluído da vida próspera e milionária de Lennon.
A autora não se intimidou em contar sobre sua difícil relação com a artista plástica Yoko Ono. Ela foi a segunda e mais famosa esposa de John, enquanto Cynthia se escondia dos holofotes e procurava levar uma vida mais normal, Yoko por sua vez assumiu a vida de Lennon, quase se tornando o quinto integrante dos Beatles. Sem falar na identidade dos dois que passou a ser John&Yoko. Um casal que transbordava excentricidade.

TRECHO
“Quando os Beatles entraram, ele ficou fascinado. Eram sujos e rudes, fumavam, comiam e conversavam enquanto tocavam, gritavam para amigos, faziam piadas e até viravam de costas para a platéia. Eles se comportavam como se não dessem a mínima para nada. Porém, os garotos no Cavern os amavam, e estava claro para Brian que eles tinham algo especial.”

O livro é absurdamente envolvente e sem dúvida nenhuma, uma fonte repleta de fatos curiosos, emocionantes e atitudes decepcionantes por parte de John.
Agradeço a Cris pelo lindo presente.

Em Minha Vida

Há lugares dos quais vou me lembrar
por toda a minha vida, embora alguns tenham mudado
Alguns para sempre, e não para melhor
Alguns já nem existem, outros permanecem

Todos esses lugares tiveram seus momentos
Com amores e amigos, dos quais ainda posso me lembrar
Alguns já se foram, outros ainda vivem
Em minha vida, amei todos eles

Mas de todos esses amigos e amores
Não há ninguém que se compare a você
E essas memórias perdem o sentido
Quando eu penso em amor como uma coisa nova

Embora eu saiba que eu nunca vou perder o afeto
por pessoas e coisas que vieram antes,
Eu sei que com freqüência eu vou parar e pensar nelas
Em minha vida, eu amo mais a você

Embora eu saiba que eu nunca vou perder o afeto
por pessoas e coisas que vieram antes,
Eu sei que com freqüência eu vou parar e pensar nelas
Em minha vida, eu amo mais a você
Em minha vida... eu amo mais a você
P.S.: In My Life a música preferida de Cyn.

domingo, 2 de janeiro de 2011

O ESTRANHO MUNDO DE ZOFIA E OUTRAS HISTÓRIAS



Fascinante é a palavra certa para descrever a obra de Kelly Link. Comprei o livro por acaso e me apaixonei, sério é paixão mesmo. São nove histórias incríveis e cheias de personagens absurdamente lúdicos e bizarros. Bolsas mágicas, zumbis que freqüentam lojas de conveniência, gatos falantes e vingativos, coelhos sinistros e casamentos entre vivos e mortos, são alguns dos elementos criados pela autora para conquistar sua imaginação. Kelly é extremamente criativa e literalmente capaz de nos fixar suas histórias. Para não terminar minha relação com o livro, decidi não ler o último conto, chamado Calmaria. Estou guardando-o para um momento em que esteja entediada e precise de algo estimulante e surpreendente para ler.
TRECHO
"Eric era a noite e Batu era o dia. A garota, Charley, era a lua. Toda noite ela passava pelo Noite-Inteira em seu grande e barulhento Chevy verde com a cabeça de um cachorro para fora da janela do passageiro. Não era sempre o mesmo cão, apesar de todos terem a mesma expressão feliz. Estavam condenados, mas não sabiam disso."
Eu recomendo.

sábado, 1 de janeiro de 2011

2011


Que ele chegou, não tenho dúvidas.
Que características têm, devo descobrir.
2011 enfim começa e com ele exatamente no dia 1 de janeiro comemoramos mais um ano de vida de meu grande amor Vinícius, meu esposo e amigo incondicional. Resolvemos passar o primeiro dia do ano em uma ilha com amigos e parentes, a Ilha de Cotijuba. Saímos do distrito de Icoraci - 20 km de Belém - para uma travessia de mais ou menos 45 minutos de barco. O percurso foi tranquilo e sem muito balanço, na verdade nenhum balanço, do contrário eu teria passado mal pois estava lendo um livro. Sempre que estou lendo em um ônibus ou qualquer veículo que oscile muito, eu tenho dor de cabeça. A ausência da mesma é igual a uma viagem perfeita.

Ao chegar no porto nos deparamos com as Ruínas do Educandário Nogueira de Faria. Um ex-reformatório juvenil, local de inúmeras torturas e que deu a ilha por muitos anos uma visão negativa e desumana. O lugar era conhecido como Ilha do Inferno. Bem, não entrarei em mais detalhes, porque o foco deste post é nossa ida ao encontro de um dia especial.

NOs apressamos pra comprar as passagens do bondinho que nos levou até a praia Vai-Quem-Quer. O trajeto até a praia foi num sacolejo só, (hehehe). Fomos em pé a viagem toda, afinal Cotijuba estava como um formigueiro, tinha gente para todos os lados, e os bondinhos estavam lotados. A estrutura do veículo era bem simples, ele era puxado por um pequeno trator, e como ficamos bem na frente, com freqüência éramos alvo da lama que espirrava dos poderosos pneus. Ainda assim, pude apreciar a paisagem que por sinal é bem agradável. Muito, muito verde para se ver. Enfim a última parada,e fomos caminhando para a famosa praia Vai-Quem-Quer. Um belo lugar, lá haviam muitas pessoas que comemoravam 2011 com um gostoso banho nas águas banhadas pela Baía do Marajó. É importante ressaltar que as praias da Ilha são próprias para banho.

Escolhemos um lugar e passamos horas prazerosas e então tive a oportunidade de continuar com minha leitura enquanto os outros se divertiam jogando dadinho (um jogo interessante que eu gosto muito, em outro momento falo mais a respeito). Na ocasião registrei até uma pequena sabotagem do meu amigo Marcelo que aproveitou a ausência do meu marido para mexer seus dados.

Voltei as páginas de John, de Cinthya Lennon. O Relato fantástico da vida do garoto de Liverpool, líder de um dos grupos mais polêmicos e amados de todos os tempos. Sou beatlemaniaca assumida e confesso que John é meu predileto entre os quatro. Prometo fazer um resumo da obra assim que finalizar essa viagem pelo nascimento, vida e morte do mito.

Almoçamos e cantamos parabéns, comemoramos mais um ano a nossa maneira, praia é a cara do Vini. No retorno fizemos tudo novamente. Visitar lugares como esse me dá imenso prazer, mais ainda quando encontro por acaso pessoas que amo. No porto meus primos estavam lá na fila bem na minha frente, então aproveitei pra registrar. Foi um sábado muito gostoso, quero maaaaaaaaaaaaais... Vini e eu prometemos que em 2011 vamos voltar a ativar nosso GPS e sairemos em busca de lugares novos ou não, o importante é colecionar momentos felizes como o de hoje. Parabéns meu amor, muito obrigada por tudo e por tanto amor que me dás todos os dias. Amo muito você e tudo o que és. Para mim o homem mais inteligente, bondoso e ogro que conheço. Desejo que sua vida seja longa e cheia de Felícia.

Feliz 2011 a todos e que este ano tão esperado, como os outros que já se foram, seja diferente e melhor do que todos eles. Que Deus abençoe esse processo de renovação que começa hoje.

P.S. Seguem os melhores momentos.